O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege [Resenha]

Olá Corredor Literário!

Hoje é Segunda-Feira, 09 de julho, feriado para alguns e um dia comum de trabalho para outros…

Hoje também é dia da nossa Resenha Nacional e estando você de folga ou não convido-o a ler nossa resenha do livro O Castelo das Águias da autora Ana Lúcia Merege!

Esta será a primeira resenha da Trilogia de Athelgard, portanto se não gosta de spoilers somente leia a resenha de hoje, nas próximas segundas-feiras as resenhas serão dos livros: A Ilha dos Ossos e A Fonte Âmbar, tomos 2 e 3 da trilogia respectivamente.

Há também outras obras no mundo de Athelgard. São oito contos que não são obrigatórios, mas que, com certeza, irão enriquecer ainda mais sua imersão.

Para conhecer a autora e todos os seus trabalhos clique no Castelodasaguias (Sim! A autora tem vários livros publicados, participou de muitas antologias, tem eBooks, livros físicos, inclusive é madrinha de algumas outras obras e muito mais! Clique aí em cima e fique também de queixo caído igual a mim quando descobrir este universo de Ana!).

Sem mais! Vamos logo à resenha!

 

capa.castelo_p

 

Ficha Técnica

Nome do livro: O Castelo das Águias
Autor: Ana Lúcia Merege
Editora: Draco
Ano: 2011
Páginas: 192

 

Sinopse

Existe no mundo de Athelgard uma escola de artes místicas famosa pelos magníficos pássaros que lhes dão o nome, O Castelo das Águias. Nesse fantástico romance de Ana Lúcia Merege, a jovem Mestre de Sagas Anna de Byrke se depara com uma trama de conspiração e segredos que põe em risco a vida e a liberdade das águias. Mas mesmo em tempo de crise, o que lhe tirará o sono será desvendar os mistérios do enigmático mago Kieran e os sentimentos que nutre por ele.

 

Resenha

O Castelo das Águias é uma leitura rápida, mágica, envolvente, fantástica. Nossa protagonista é Anna de Byrke, que narra a história neste primeiro livro da trilogia de Atherlgard.

Anna é uma excelente arqueira, uma jovem vinda de uma terra isolada em busca de conhecimento em Vindravah, no Castelo das Águias, uma escola de magia. No local, se misturam elfos e humanos.

Ela passa pela adaptação inicial e, a princípio, se mostra uma personagem insegura, isolada. Aos poucos, porém, ela vai conquistando espaço e aprofundando suas motivações. Anna chama a atenção por onde passa devido à sua beleza e também se torna alvo de inveja.

Nosso outro personagem importante é Kieran, o Mestre das Águias, um mago misterioso que cuida das aves do castelo. Aves essas que são usadas para ajudar nas batalhas na guerra. Há uma trama política por trás disso e Anna tem um papel importante no destino dessas aves, mas será uma solução definitiva?

Anna descobre que as águias passaram por várias experiências até se tornarem guerreiras. Muitas sofrem e, infelizmente, podem ser transformadas para o mal. Algumas cenas com essa transformação me deixaram arrepiada.

A autora criou também os hábitos e costumes dos elfos e da tribo de Anna. Achei bem construído demais.

Outra cena que me chamou a atenção é quando Anna se vê encurralada por alguns homens. Fiquei aflita, pois me coloquei em seu lugar. É uma cena bem delicada e confesso que achei que ia dar ruim…

O livro é cheio de reviravoltas.

Para mim, este seria um livro único, com início, meio e fim, porém as terras extensas de Athelgard permitem a autora desbravar cada canto do mapa com os livros seguintes e, sem dúvidas, há muita coisa boa por vir que quero conhecer mais!

Agora, falando sobre a edição, a autora mostrou o capricho e carinho ímpar com a obra. Diagramação perfeita, capa bonita, letras capitulares (que adoro e dão todo aquele ar medieval), mapa extenso e bacana, o qual visitei várias vezes.

O sistema de magia é criativo e interessante. Há divisões entre a magia de forma, magia de pensamento e conhecimento de sagas, que é a base de toda a magia!

Os Pássaros são magníficos! A cada cena com eles me bateu uma vontade forte de estar naquele local!

O Romance é inesperado. Não tem  lenga-lenga. Não há demora. É arrebatador.

Me diverti bastante com este livro. Assim que finalizei, já emendei direto a leitura do livro 2. Foi impossível não fazer isso! A escrita e criatividade da autora me cativaram! Foi uma leitura fluída e gostosa e já aviso que a cena final é sensacional, mesmo Anna não estando 100% ativa nela. Deixou uma abertura bem legal para o livro seguinte, com certeza.

Com personagens cativantes, várias emoções, muitos segredos, traições e ótimas reviravoltas te garanto que é um livro no qual vale o investimento! Terá aventuras ímpares por suas páginas!

Se você já leu o livro, fique tranquilo, porque semana que vem venho falar do livro 2, A Ilha dos Ossos. Se ainda não leu, não leia a resenha de semana que vem! (Depois não diga que A Corredora Literária não avisou hein, rs.)

Interessou pela obra? Compre na Amazon através deste link e ajude a manter o Blog. \o/


Siga nossa Newsletter clicando no “SEGUIR” ao lado direito (no computador) ou abaixo no canto direito (no celular) e receba todas as informações do blog direto no seu e-mail!

Gostou da resenha e quer mais? Volte em breve! Siga-nos também no Instagram! 😉

Anúncios

2 comentários sobre “O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege [Resenha]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s