O Diário de Myriam – Philippe Lobjois [Resenha]

Olá Corredores Literários!

A resenha de hoje é um pouco diferente das que vocês estão acostumados. Hoje venho indicar o livro O Diário de Myriam do autor Philippe Lobjois, trata-se de um livro Estrangeiro do gênero de Não Ficção, portanto tragam seus lencinhos!

Como vocês já sabem o blog Corredora Literária tem como foco e objetivo incentivar a Literatura Nacional e a Corrida de Rua, porém a editora DarkSide (1ª editora brasileira inteiramente dedicada ao terror e a fantasia) encontrou meu blog por intermédio de uma das minhas resenhas publicadas na Amazon, entrou em contato comigo e fez a gentileza de me enviar alguns de seus exemplares. Este da resenha de hoje é do selo Crânio, e estes são livros estrangeiros. Diante de tal cenário eu resolvi abrir um espaço para as resenhas estrangeiras para estes casos específicos aqui no blog e não somente resenha-los no Skoob, Amazon, Instagram e grupos no Facebook.

Crânio é a nova linha editorial de não ficção da DarkSide® Books e estimula o leitor a entender e questionar o mundo que estamos construindo. Após desenterrar clássicos inesquecíveis e revelar novos fenômenos da literatura dark, a primeira editora brasileira inteiramente dedicada ao terror e à fantasia amplia seus horizontes. O objetivo é trilhar novos caminhos, mostrando que ciência, inovação, história e filosofia podem ser tão surpreendentes quanto a mais criativa obra de ficção. Aqui tudo é real. E ainda assim, fantástico e muitas vezes assustador. Assuntos delicados e surpreendentes são tratados com o respeito que merecem, com uma linguagem que aproxima o leitor. Devorar um título da série crânio é aceitar um convite à reflexão do agora. O compromisso da linha editorial Crânio é publicar material minuciosamente selecionado. Livros assinados por especialistas, acadêmicos e pensadores em diversas áreas, dispostos a dividir experiências e pontos de vista transformadores que nos ajudem a entender melhor esse estranho e admirável mundo novo.

A Darkside sempre tem muito carinho com seus leitores, a começar pela embalagem no plástico bolha preto, adesivos, suas edições belíssimas, capa, folha de guarda, diagramação, imagens, folha de corte, marcadores e recebi até uma bolsa igual a capa deste livro. Será que eu amei?!

 

20181115_153229

Frente da bolsa e brindes

20181115_153206

Verso da bolsa e brindes

20181115_153434

Boneco do livro

 

Ficha Técnica

Nome do livro: O Diário de Myriam
Autor: Philippe Lobjois
Editora: Dark Side
Ano: 2018
Páginas: 320

 

 

MYRIAM-ANIMACAO-2-menor

 

 

Sinopse

De um lado, uma menina judia que passou anos escondida no Anexo Secreto tentando sobreviver à guerra de Hitler. De outro, uma garota síria que sonha ser astrônoma e vê seu mundo girar após a eclosão de um conflito que ela nem mesmo compreende. Mesmo separadas por mais de setenta anos, Anne Frank e Myriam Rawick têm um elo comum: ambas são símbolos de esperança e resistência contra os horrores de um país em guerra e acreditam no poder das palavras.

O Diário de Myriam é um registro comovente e verdadeiro sobre a Guerra Civil Síria. Escrito em colaboração com o jornalista francês Philippe Lobjois, que trabalhou ao lado de Myriam para enriquecer as memórias que ela coletou em seu diário, o livro descortina o cotidiano de uma comunidade de minoria cristã que sofre com o conflito através dos olhos de uma menina.

Assim como acompanhamos a Segunda Guerra Mundial pelos olhos da pequena Ada em A Guerra que Salvou a Minha Vida e A Guerra que Me Ensinou a Viver, O Diário de Myriam apresenta a perspectiva de uma menina que teve sua infância roubada ao crescer rodeada pelo sofrimento provocado pela Guerra da Síria, iniciada em 2011. Myriam começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe, que propôs que ela contasse tudo aquilo que viveu para, um dia, poder se lembrar de tudo o que aconteceu.

Escrito entre novembro de 2011 a dezembro de 2016, o diário alterna entre as doces memórias do passado na cidade de Alepo e os dias carregados de incertezas e dolorido. E é com a sensibilidade de uma autêntica contadora de histórias que ela narra a preocupação crescente de seus pais com as manifestações contra a repressão, o sequestro de seu primo pelo governo, as notícias na televisão, as pinturas revolucionárias nos muros da escola e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia.

 

Resenha

Philippe Lobjois é um repórter de guerra francês e escritor. Estudou ciências políticas em Paris e já cobriu o Conflito Karen, em Myanmar (Birmânia), a Guerra do Kosovo, a Guerra do Afeganistão e a Guerra da Síria.

O prefácio foi escrito pela Stéphanie Habrich, fundadora do Joca, primeiro e único jornal para jovens e crianças do Brasil, e conta com várias cartas escritas por crianças pedindo a tradução desta obra para o português, essas cartas estão com a letrinha de cada criança e são coloridas, possuem os desenhos que elas próprias fizeram, é muito bonito!

No prólogo Philippe conta um pouco de sua jornada e do como conheceu a família de Myrian e de onde surgiu a ideia de escrever o diário.

O Diário de Myrian é denso, triste, dolorido e mesmo assim nos traz esperança de dias melhores. A guerra da Síria sob a perspectiva de uma criança de seis anos como Myrian não podia nos despertar qualquer sentimento diferente desses.

Diante de um cenário tão cruel e sem fundamento, percebemos coisas simples como  por exemplo, lápis coloridos e uma folha de papel podem realmente trazer a felicidade e tirar a tensão e sofrimento daqueles que estão diante de um dos piores cenários mundiais atuais.

 

20181115_153832.jpg

Alguns cards que vieram com os demais brindes. Fotos do antes e do depois dos ataques à Síria.

 

Cada situação descrita por Myrian nos doí fundo na alma, nos faz refletir coisas simples do nosso dia-a-dia, nos faz pensar melhor sobre cada uma de nossas ações.

As descrições das cenas, barulhos e situações me levaram imediatamente ao local onde ela estava, onde passou todos esses anos, sofri junto, engoli a seco em várias partes, esta obra realmente mexe com nossos sentimentos. Para quem se emocionou com a leitura de O Diário de Anne Frank, com O Diário de Myrian não será diferente.

Algumas reflexões importantes que temos é sobre o que nos resta fazer diante de toda essa injustiça? O que podemos e devemos fazer para mudar este cenário? Como podemos ser mais tolerantes com as diferenças religiosas, políticas e étnicas? Como devemos amar e respeitar as diferenças do próximo?

Amei a leitura de O Diário de Myrian, é um livro acima de tudo de esperança por dias melhores, um livro comovente e para reflexão, onde podemos sentir verdadeiramente o melhor e o pior lado dos seres humanos. Com certeza será uma ótima leitura para você também!

 

Se interessou pela obra? Compre na Amazon através deste link e ajude a manter o Blog \o/

Te espero no próximo post!


Siga nossa Newsletter clicando no “SEGUIR” ao lado direito (no computador) ou abaixo no canto direito (no celular) e receba todas as informações do blog direto no seu e-mail!

Gostou da resenha e quer mais? Volte em breve! Siga-nos também no Instagram! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s